Wella You
CABELOS À OBRA

Para melhores resultados, preste atenção na cor e tom de cabelo inicial

Para conseguir a cor que você tanto deseja, é preciso começar do básico: a cor inicial – ou seja, sua cor atual – e o tom. Neste artigo, explicamos os dois conceitos para ajudar você a encontrar a cor perfeita. 


Sua cor inicial

Saber onde começar já é meio caminho andado, especialmente quando se trata da cor do cabelo.  Do mesmo jeito que pensamos na maquiagem como um processo em etapas, a coloração pode ser dividida em categorias parecidas: ela não precisa ser um bicho de sete cabeças!

O fator mais importante é a cor atual do seu cabelo, que vai determinar as possibilidades em termos de coloração. Se você já tinge seus fios, a cor atual é a que chamaremos de inicial – esqueça a cor natural do cabelo! Por exemplo: sua cor natural é castanho médio, mas você tingiu seus cabelos de castanho claro. Agora, castanho claro é a sua cor inicial. 

Como isso afeta a coloração?

Na hora de pintar o cabelo em casa, a regra geral é: podemos escurecer ou clarear um, dois ou até três tons em comparação com a cor inicial. Se seus cabelos forem virgens, você deve conseguir clarear ou escurecer até três tons. Ou seja, se seu cabelo for castanho médio, você pode clarear para castanho claro, ou mesmo loiro escuro, ou escurecer para castanho escuro. Por outro lado, se seus cabelos já forem tingidos, o resultado final vai depender da quantidade de pigmento nos fios. Você poderá mudar a cor do cabelo um a três tons em relação à cor atual. 

Se o seu objetivo é clarear, talvez você precise tingir seus cabelos mais de uma vez para alcançar o resultado desejado. Lembre-se de respeitar um intervalo de pelo menos quatro a seis semanas entre as aplicações de coloração permanente, como Koleston. Se você tem luzes ou quer escurecer ou clarear mais do que três tons em relação à cor atual, procure um cabeleireiro.

Seu tom

Os cabelos podem ter tons quentes ou frios. Para saber se o seu tom é quente ou frio, preste atenção na sua pele e nos seus olhos (veja aqui como descobrir). Comece pensando nas cores que você mais gosta de usar – por exemplo, aquelas que todo mundo elogia. Provavelmente, estas cores são da mesma família que seu tom de pele. Conhecer seu tom – seja frio ou quente – é fundamental para criar um look harmonioso.

Tons quentes

Pessoas com tom de pele quente ficam melhor com cabelos em tons quentes também. Se a sua pele é de tom quente ou oliva e seus olhos são castanhos ou mel, escolha tons de cabelo dourados, acobreados ou castanhos. Evite os tons acinzentados. Os ruivos geralmente se enquadram nessa categoria – a pele terá um subtom amarelado. Responda a essas perguntas fundamentais: você fica melhor em roupas de cor pêssego do que em rosa? Você fica melhor com bijuterias douradas do que prateadas? Se sim, sua pele provavelmente tem tons quentes. Escolha colorações com esses tons, como vermelhos e dourados.

Tons frios

Pessoas com tom de pele frio ficam melhor com cabelos em tons frios também. Se a sua pele é de tom frio e seus olhos são azuis ou verdes, escolha tons de cabelo acinzentados. Evite tons quentes, dourados ou castanhos, para minimizar os subtons avermelhados e alaranjados que contrastam com seu tom de pele e a cor dos seus olhos. Você fica melhor em azul-marinho do que em caramelo? Você fica melhor com bijuterias prateadas do que douradas? Se sim, sua pele provavelmente tem tons frios. Cinza, platina e champanhe: essas são algumas palavras geralmente usadas em colorações de tons frios. Os tons frios são geralmente usados para suavizar o alaranjado dos fios loiros e das luzes.

Você também pode gostar